Eleições 2016: O candidato do prefeito Arimatéia será...

Estamos no mês de junho e ainda há pessoas que acreditam que o prefeito ainda não escolheu o nome do seu candidato, essas pessoas prefiro chamá-las de ingênuas e inexperientes políticos.

Se analisarmos um pouco a história do prefeito Arimatéia, em seu currículo constam quatorze anos como secretário municipal de administração e já está no seu oitavo ano como prefeito. Pensar que uma pessoa com tamanha vivência na vida pública a essa altura do campeonato ainda não tenha definido quem será o seu substituto ou pelo menos quem será o seu candidato, é no mínimo ingenuidade.

Uma decisão de escolha de sucessor passa pelo crivo mais amplo e complexo de um ser humano político, haja vista que o futuro candidato obtendo êxito na campanha eleitoral que se aproxima, teria que além de governar o município, também cumprir os acordos e promessas feitas ao principal ator do processo eleitoral o qual o elegeu.

hoje o nosso município assiste há quase uma batalha, de cinco pré-candidatos a uma vaga que supostamente será definida em breve. O que não ficou claro até agora, na suposta disputa, foram quais são os critérios para escolha dentre os cinco postulantes ao cargo de candidato da situação.

Hora, em qualquer jogo, em qualquer disputa por mais simples que seja, há que ter regras, e até agora nem os próprios pré-candidatos sabem quais os critérios da escolha por parte do prefeito. Diante disso, pensar que na cabeça Prefeito José de Arimatéia ainda não tem um nome definido é o mesmo que acreditarem conto de fadas.

Aparentemente o barco da situação se mostra robusto, com muitos passageiros, com uma tripulação enorme, supostamente invencível. É bom respeitar a história e observar  os perigos que a rodeiam suas margens, e perceber que uma simples pedra no caminho pode trazer vários transtornos. A falta de critério dessa disputa interna que ocorre entre os pré-candidatos, entre os próprios eleitores da base, entre os funcionários de cargo em comissão, podem trazer danos severos e gravíssimos em um futuro próximo, podem ficar marcas e cicatrizes para campanha que se aproxima.

Mesmo não acreditando que o candidato ainda não foi escolhido, vamos fazer uma pequena análise dos nomes postos na disputa. e qual deles seria o escolhido. Começaremos por ordem alfabética esta analise.

Antes de tudo, quero deixar bem claro, que não sou dono da verdade nem dos fatos, portanto, o relato que farei abaixo, é uma opinião pessoal de quem convive há muitos anos no meio político.

Começando primeiro pelo Vereador Cícero Pinheiro, o entendimento que faço da atual leitura em relação aos outros nomes, é que é pouco provável Cícero ser o escolhido pelos motivos que relato a seguir: Primeiro todo político experiente que tem uma certa trajetória e que já ocupou cargos importantes que é o caso do prefeito Arimatéia, dificilmente o escolherá. Cícero é um político flutuante. Nas últimas eleições, está participando das vitórias, mas esse não é o ponto definitivo de quem escolhe um sucessor, na minha opinião a dificuldade de Cícero ser escolhido passa pelo motivo que nessas mesmas eleições onde ele foi vitorioso, passou maior parte do tempo como opositor e fazia acordos de última hora, como aquela pessoa que aparentemente só quer jogar no time que ganha.

Outro ponto e esse não menos importante, ocorreu no primeiro mandato do prefeito Arimatéia, na ocasião, dezembro de 2008, estava em disputa a eleição para presidente da Câmara, naquele momento, o prefeito tinha escolhido o vereador Canindé Lira para presidir a câmara, na sala de reuniões, muita tensão, discussões e brigas. Naquela noite tumultuada eis que aparece Cícero com uma sugestão que à primeira vista parecia inocente, mas que no fundo causou uma profunda ferida no prefeito Arimatéia e mágoas que dificilmente ele esquecerá. Naquela noite, Cícero trouxe o voto decisivo, o do vereador Zé Carlos, dizendo que votaria, mais não em Canindé Lira que era candidato do prefeito, só votaria em Chico Alves para presidente, contrariando a orientação do prefeito que naquela noite, indignado com sua derrota pessoal em eleger Canindé Lira saiu da câmara com certeza que um dia Cícero e pagar por tal ato, pois naquele momento atribuiu tudo como se fosse uma armação dele.

Logo em seguida tomaram caminhos diferentes e foram adversários por praticamente três anos, até novamente às vésperas das convenções municipais, na cidade de Natal, Cícero fechar novo apoio Arimatéia. Sem contar que no meio de tudo isso, o prefeito atribuía a Cícero os entraves de oposição do vereador Chico Alves na Câmara Municipal, fato que aumentava as mágoas do prefeito em relação à Cícero.

Conhecendo o prefeito como conheço, guardador de mágoas e rancoroso, hoje mantém relação cordial com vereador Cícero, até porque, precisa do mesmo, pois um voto na Câmara Municipal faz muita a diferença, portanto, diante dessas e de outras tantas que sei mas não acho oportuno levar a público, repito que acho pouco provável a escolha de Cícero como candidato.

 
Luiz Cunha aparece com uma trajetória pautada pela discrição, atua mas nos bastidores e na sua base eleitoral. Segundo informações de fontes ligadas ao executivo, Luiz Cunha hoje é o preferido de Priscila Mabel filha do prefeito, do contador George Guedes esposo de Priscila e genro de Arimatéia.
As opiniões dessas pessoas podem pesar e muito na hora da decisão final.

Além disso, Luiz Cunha ainda não liderou um grupo político em São Rafael, por onde esteve, mesmo sendo muito importante nas eleições que participou, em todas elas, foi liderado e nunca líder, prato cheio para um prefeito que quer fazer o sucessor, manter e preservar seus cargos e contratos. Nossa opinião, as chances de Luiz só não são  maiores, porque para essa eleição, penso eu, que também além dessas qualidades o prefeito Arimatéia vai ponderar sobre a capacidade financeira do candidato ao atuar no calor da campanha, contudo, considero as chances de Luiz razoáveis.

Vereador Maguinho filho do vice-prefeito Cesário Davi, provavelmente será o que tem menos chance, apesar de está em seu primeiro mandato e sua trajetória ainda não permite fazer um detalhamento mais aprofundado, uma coisa é certa, seu pai Cesário é o presidente e comanda em nível municipal, um dos partidos mais fortes do Brasil o PMDB. Ligado diretamente ao Ministro Henrique Alves, ao Deputado Walter Alves e ao Senador Garibaldi Alves, se seu filho assumir a prefeitura, seu próximo passo seria ampliar suas bases e fazer seu próprio grupo político crescer. Daí pra frente, alavancar a construção de sua carreira política independentemente de Arimatéia, pois o mesmo sabe que o capital político que hora o pertence, não é exclusividade dele Arimatéia e sim, de quem ocupa a cadeira de prefeito. Por isso,  sem querer diminuir nem muito menos desrespeitar o vereador Maguinho, na minha opinião ficaria em último na escolha do atual prefeito.

Marto Felipe, o ex-secretário de agricultura do município, aparentemente goza de parte da intimidade e da confiança do prefeito Arimatéia, mas isso, e só por isso, não são condições suficientes para que o mandatário atual do poder, o escolha como candidato oficial.

Marto e seu grupo político, já estavam e votaram com prefeito Arimatéia, portanto, até o presente momento, não apresenta qual a soma que seu nome traria para chapa de situação.

Outro ponto que pesa contra Marto Felipe, seria a capacidade financeira para enfrentar a disputa tão dura como é uma disputa de prefeito. Além disso, o que pesa segundo informações que tenho ouvido de pessoas ligadas a política, é a pouca popularidade Marto, lhe falta mais um pouco de carisma para enfrentar a luta. Por fim, acrescento que confiança ainda é um sentimento raro e por isso, classificaria as chances de Marto Felipe de razoáveis.

Rosana Santos talvez sua chances fossem menores nessa disputa se não fosse o histórico familiar que a rodeia. Na nossa opinião,  entre os cinco, talvez seja a que tenha mais chances de ter sido a escolhida.

Vamos voltar um pouquinho no tempo para tentar explicar melhor as supostas chances de Rosana.

Quando o prefeito Arimatéia foi secretário do ex-prefeito Daniel por 10 anos, ele já tinha bom relacionamento com Mariano cunhado de Rosana, após esses 10 anos Arimatéia ficou desempregado e foi morar em Natal, trabalhar com próprio Mariano em uma função importante na CERSEL, em uma unidade na Zona Norte da capital, onde nesse período o trabalho por lá, lhe rendeu uma casa e uma reforma no bairro de Candelária.

Um pouco antes como secretário de administração Daniel Januário, Arimatéia foi escolhido no ano de 1996 a sair candidato a prefeito, naquela ocasião, viajou a Natal e voltou dizendo que não poderia ser o candidato por recomendações médicas e que poderia naquele momento, ficar sem a visão. Na época, uma pessoa de bastante credibilidade, informou a Daniel que a retirada do nome de Arimatéia da candidatura teria sido um pedido de Mariano(fato a confirmar). Quatro anos depois de ter trabalhado tanto tempo com Daniel, já era adversário, Arimatéia puxava e encabeçava as passeatas do então candidato Zequinha no ano 2000, segundo informações da época, também a pedido de Mariano.

Recentemente na disputa para presidente da Câmara onde Chico Alves se tornou Presidente mais uma vez, criou-se um certo atrito entre o prefeito Arimatéia e a vereadora Rosana, que na ocasião, votou contra a indicação do prefeito sendo voto decisivo para eleger Chico Alves. 

Vendo a possibilidade de perder a maioria na câmara, o prefeito Arimatéia mais uma vez recorreu ao seu amigo de décadas, pediu a Mariano que apazigua-se a situação e que trouxesse Rosana de volta para a base que dava lhe sustentação.

Mais recente ainda, aconteceu a mudança de Rosana saindo do PR(partido da República) do ex-deputado João Maia e da atual deputada Federal Zenaide Maia, para integrar o partido do prefeito com o aval de Mariano.

Por fim, não conseguimos adivinhar o futuro, mas podemos tentar ter uma leitura mínima desse futuro, olhando para as ações dos mesmos atores em seus passados. 

Diante Dessas exposições,  Rosana por interferência total e absoluta de Mariano, seria a que terá mais chances de ter sido escolhida, apesar disso ainda não ser público ou confirmado.  Como é sabido de todos, a família de Rosana em particular, possui uma vantagem financeira em relação aos seus concorrentes, e isso conta para o prefeito, pois quem tá saindo do poder, não quer sacrificar seu próprio bolso.

Mas antes de encerrar a minha opinião, quero deixar claro que diante do histórico da palavra e da consideração do prefeito Arimatéia, que o diga Daniel Januário, Robival Dantas, Rogério Marinho, Márcia Maria, Vilma de Faria, George Soares e até seu compadre Israel Lima entre tantos outros, que a palavra e a consideração do prefeito Arimatéia, definitivamente não é uma virtude.

Portanto, não duvido nada, que de última hora, saia uma carta da manga e um novo nome para ser o candidato, e transformar em bobos da corte, cinco cidadãos de bem que sonham com um futuro melhor. 

Finalizando deixo para reflexão uma das frases que mais gosto de Maquiavel:

"Há três espécies de cérebros: uns entendem por si próprios; os outros discernem o que os primeiros entendem; e os terceiros não entendem nem por si próprios nem pelos outros; os primeiros são excelentíssimos; os segundos excelentes; e os terceiros totalmente inúteis"

"Todos vêem o que pareces, poucos percebem o que és."

Comentários

Emerson Costa disse…
Kléber tem uma administração enorme por sua pessoa.
Já votei em você e não tenho nenhuma vergonha disso.
Mais acho que você tá ficando louco pois esses critérios que você usou para cada candidato é meramente ilustrativos pois na minha humilde opinião esses fatos que você usou para cada pré candidato não existe.

Cícero. Um Macaco pula de galho em galho.
Luiz Cunha. Fiel Escudeiro.
Marto Felipe. Apenas um Secretário.
Maguinho. Um mero Vereador.
Rosane.Apenas R$ Mais não é popular.

Ou seja, qual desses realmente tem a possibilidade de ser um bom candidato para São Rafael ?

Obs.
Pular de galho em galho e nada é a mesma coisa.
Fiel escudeiro é ter confiança do antensesor.
Secretário tem que ter mais experiência e confiança.
Ser Vereador e nao fazer nada que chame atenção e nada é a mesma coisa.
Ter sor R$ não ganha eleições.

Postagens mais visitadas deste blog

Jucurutu: Criança de três anos é sugada e morre em tanque de decantação da CAERN

São Rafael: Oposição ou Baderna?